Category Archives: Insights

Insights | A OSTENTAÇÃO QUE NÃO SE SUSTENTA

ostentação2

“Quando a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é ser opressor” (Paulo Freire)

Não bastasse vivermos num sistema onde o consumo é exageradamente incentivado, o que gera hábitos cada vez mais insustentáveis, agora vejo, de forma ainda mais explícita, a síndrome da ostentação, sendo divulgada e disseminada por todos os meios.

Não consigo ver pelo menos um benefício que justifique qualquer tipo de ostentação, seja ela econômica, social, moral, intelectual, racial e até espiritual.

O resultado de uma sociedade baseada nesse tipo de filosofia é dentre outras coisas, o culto ao individualismo, injustiças sociais, violência, frustração e depressão.

Nessa onda, uma pequena margem da população quem tem condições mostra o que tem, enquanto a grande maioria, gasta o dinheiro que não tem, para comprar coisas que não precisam, e para impressionar pessoas que nem sequer gostam.

Isso tudo gera um mundo insustentável em todos os sentidos. Insustentável economicamente, socialmente, e emocionalmente. Se não, tente imaginar como vive os fãs da onda da ostentação? Como se sentem quando não podem comprar um tênis que custa o mesmo que seu pai ganha de salário no mês? O que eles irão fazer para terem o passaporte (a grife) que lhes confere o status para fazer parte da onda de sua geração? Quantas pessoas se frustram por não terem o objeto de desejo da sua realização.

Dentro de toda essa percepção, que tipo de valor um indivíduo tem diante dos outros e de si mesmo? Será que seu valor está no tênis, na camisa, no óculos, no carro, na moto ou na casa que possui? Repito, é tudo uma ilusão insustentável pautar o valor no ter e não no ser.

Jesus Cristo disse que “…a vida de um homem não consiste na quantidade dos bens que possui”. Lucas 12:15

“Os donos do capital incentivarão a classe trabalhadora a adquirir, cada vez mais, bens caros, casas e tecnologia, impulsionando-a cada vez mais ao caro endividamento, até que sua dívida se torne insuportável.” (Karl Marx, em 1867)

Para concluir, sugiro que fujamos da tentativa de se esquivar dessa admoestação, porque essa síndrome da ostentação não é exclusividade só da turma do funk. Ela independe de gênero, número e grau, pois todos temos que nos policiar quanto a forma como tratamos o dinheiro, para que ele não seja nosso senhor, nem sejamos seus escravos.

“Melhor é o pouco com o temor do Senhor, do que um grande tesouro onde há inquietação.” Provérbios 15.16

“Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos; Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis; Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam se apoderar da vida eterna.” 1 Timóteo 6:17-19

Deus continue iluminando nossa mente.

{dp}

#OstentaçãoInsustentável
#VivaComContentamento
#NãoSejaEscravo
#InsightsDoReino

logo2

%d bloggers like this: